like a drug

Archive for the ‘No voy llorar’ Category

Olha que tipo eu estou a mais ou menos um mês sem sair de casa. Por que né, aqui não tem uma festa que preste nem um lugar digno. Quando digno eu não me refiro à baixarias que acontecem nos lugares, me refiro a música e às pessoas que frequentam por que tipo, eu até gosto de ver uma baixaria acontecendo, mas só ver mesmo…
O chato de se morar em uma cidade pequena é que em todos os lugares que você for vai estar tocando sempre o mesmo estilo de música, no caso tecno brega, eu morro.
Preciso de bate cabelo, de tribal e etc… Sério que qualquer dia desses eu piro e saio com minha irmã, que parece adorar essas festas daqui, e se eu sobreviver conto tudo aqui, mas acho difícil, por que tenho certeza que vou ter uma síncope e morrer na hora que começar a escutar a música…

Blog novo e blá blá blá.

Iria eu me apresentar mas seria um tanto quanto arriscado falar de mim, já que aqui no like a drug eu vá falar demais, tipo, coisas que não devia e até mesmo de quem não devia.

Vou fazer um mega resumo: Não sou aquelas pessoas dramáticas que vivem postando somente problemas no blog, NÃO MESMO! E se eu postar, será de forma que eu vá rir. Não vou falar que tirei nota vermelha ou que a menina que senta do meu lado na sala de aula não me deu atenção (credo), mesmo por que minha praia é outra.

Sou desligado, as vezes me esqueço que tenho blogs, esse deve ser o 7º que tenho. Mas já gostei mais deste. (Também coloquei isso nos outros.)

Só pra começar lo drama de mi vida (tava de brinks lá em cima, adoro dramas rs), eu morava em uma cidade perfeita, era cheia de amigos, vivia saindo, me divertia a valer. Agora me mudei pra uma cidade de interior que mais parece um vilarejo hobbit. Minha família mora toda aqui, mas eu nem curto muito. Não tenho amigos. A internet aqui não é banda larga. E NUNCA para de chover. O pior é que quando chove falta luz, quando falta luz falta água também… Tô me sentindo meio que em Lost.

Vou prestar vestibular no final do ano (jornalismo). Espero passar pra sair desse condado e ir morar só.

De vez em quando faço viagens, que são sempre um caos. Acontecem coisas do tipo: ônibus quebrar de madrugada no meio do nada. Ter que trocar de ônibus no meio de uma chuva com lama e ser assediado por outros passageiros e ainda corresponder ao assedio. Não tenho pudores, beijos e nem tenho vergonha de contar aqui.

 

É só, eu acho…


Follow Me

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Últimos Comentários

Alex em surto
Alex em proud dan
Alex em finalmente
biahz em paola*
Alex em paola*