like a drug

Archive for the ‘Loucuras’ Category

paola*

Posted on: fevereiro 8, 2010

O namoro da minha irmã terminou e eu fiquei super na curiosidade de saber o por que, então ontem enquanto assistiamos o BBB (bafo) ela me contou. O motivo eu não vou dizer aqui, óbvio, mas tipo, a melhor parte do diálogo foi essa:

– Então Dan, foi isso!
– Nossan, que chato isso tudo…
– Pois é, e cara se ele sair contando alguma coisa para os amigos dele eu vou inventar um monte de coisas sobre ele, Tipo que eu enfiei o dedo no cu dele e etc…
– E você fez isso mesmo?? Que nojoooo!
– Não… só vou inventar uma coisa bem malvadinha mesmo…

Minha família é mega louca, por que né…

Anúncios
Daí que eu e dois amigos estavamos conversando no msn e inexplicavelmente o assunto foi parar em xuca. Ew

[D]: Happy days. diz:
Ja inventei um terceiro modo:
[D]: Happy days. diz:
Coloca um halls preto numa garrafinha de coca cola, sacode e SOCA NO KOOO
Liir – i’m seeing thing that I know can’t be diz:
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
[D]: Happy days. diz:
cara se não sair sujera com isso
não sai com nada
Liir – i’m seeing thing that I know can’t be diz:
vai ficar bem geladjenho
e a pessoa perde toda a sensibilidade
e nem sentchy nadan
[D]: Happy days. diz:
ahuahauhauahaua
sou foda ;]
Liir – i’m seeing thing that I know can’t be diz:
vou postar isso no meu blog kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
[D]: Happy days. diz:
coca desentope té ralo de pia

e você é foda sim Dana.

Estavamos eu, minha mãe e minha avó conversando, na verdade só elas duas por que eu estava no pc e nem dava muita atenção para a conversa, o assunto era aquela coisa toda que rolou no Haiti e zZzZzzZzzzz. Minha mãe é sempre aquela que tem os papos mais toscos e manda um pra minha avó:

– Vocês lembram que naquele negocio que teve em Santa Catarina uma pessoa achou 300 mil em um casaco que foi doado. Devolveu o dinheiro e o dono deu uma boa quantia pra ele.
– Eu não teria devolvido, por que foi doado e era meu, ué.
– Nossa mãe, nos temos que ser justo, onde está sua dignidade.
Do computador eu respondo:
– Eu concordo com a vovô, ficava com tudo, beijos.

Tal vó, tal neto!

Tipo, minha mãe tá numa vibe de criar cadastros em tudo que é site da internet. Já tem orkut, twitter, facebook e se não duvidar muito um myspace. Daí que ela tava se cadastrando em um site qualquer quando pedem o país e o telefone, Ela colocou lá “Brasil” e depois um número antigo de telefone que nem usavamos mais e enviou. Não deu certo, apareceu que o número de telefone não bate com o país ou alguma coisa do tipo.

Enviou de novo e nada.

Na terceira vez ela releu a mensagem, apagou o número do telefone e digitou:
Então vai pra porra!

E ainda perguntam por que eu sou tão tapado assim…

Ontem eu fui dormir mas antes fui dar uma olhada no que estava passando na tv. No Altas Horas tava o japinha bonitinho que faz a tal da urinoterapia ou whatever… Bebe o próprio xixi e diz que faz bem cura doenças e blá blá blá. Mas o melhor foi ele explicando como surgiu isso tudo.
“Sempre fiz isso com minha família, é tradição e bla bla bla… desde a guerra quando estavam todos doentes e sem esperança quando alguém disse ‘Só o xixi pode curar’ e começaram a beber, daí fizeram pesquisa sobre isso e viram que no xixi nos tiramos do nosso organismo ZZzZzzzZzzzZzzz…”
Gente, só o xixi pode curar é muita droga no lance! E olha, acho ele super lindo, sempre que vejo ele em algum programa eu fico assistindo, super pegava, mesmo ele sendo o mijão bebedor do próprio xixi…
Sabe aquelas pessoas que falam demais? Tipo coisas que você não quer e nem é obrigado a ouvir? Pois encontrei uma um dia desses.
Eu tava indo viajar para a formatura de uma amiga e fui cortar meu cabelo, quando cheguei no salão que sempre corto estava fechado e não podia perder tempo pois iria naquele mesmo dia, fui em outro. Chegando lá não tinha ninguém na espera, dei graças a deus e tudo mais. Sentei e o homem começou a cortar. Logo ele começa a puxar assunto:

Cabelereiro: Você é filho do fulano, né?
Dan: Sim, sou…
Cabelereiro: Ah, eu conheço ele e tals, mas acho que ele nem lembra mais de mim…
Dan: Ah rs…

Foi aí que a conversa que a conversa foi pra um assunto que eu fiquei completamente desconfortavel:

Cabelereiro: Ah…Eu tava sem poder trabalhar por que tenho hemorroida e ela tava inflamada…
Dan: O__________O
Cabelereiro: Você sabe o que é hemorroida?
Dan: Sim, eu se…

Ele não me deixava mais falar e continuou:

Cabelereiro: É um nervo que tem, e ele sai pra fora, sabe? Não consigo nem ficar em pé as vezes, imagine sentado
Dan pensando: Não quero imaginar não, obrigado…

Cara, eu mereço? Um doido que eu nem conheço vir falar da hemorrida dele é d+. Alguém fez algum trabalho pra mim, só pode…

Já tô morando aqui no condado faz um tempinho, mais ou menos uns 6 meses e as desavenças já começaram.
Eu, como tenho um imã pra gente louca tava achando surpreendente o fato de ainda não ter acontecido nada de surreal ao meu redor. Até que eu recebo uma ligação:

Dan: Alô!
Pessoa:
É do bar da Cristina?
Dan:
Não é não!
Pessoa:
Ah! Desculpa.

Até aí tudo bem. Se a pessoa não tivesse retornado a ligação 5 segundos depois super colocada, eu como sempre atendi, já que o pc fica ao lado do telefone e geralmente sou sempre eu quem estou no computador:

Dan: Alô!
Pessoa:
É do bar da Cristina?
Dan pensando “MEU DEUS, DE NOVO, AFF!”:
Não é não!
Pessoa:
MEU FILHO NÃO MENTE NÃO! EU SEI QUE É! EU SOU MÃE DESSA LOIRINHA QUE TÁ AÍ, A LORENA…
Dan:
Mas aqui não é bar de Cristina! ¬¬’
Pessoa:
É SIM! EU VOU CHAMAR A POLÍCIA E DIZER QUE AÍ TÁ CHEIO DE MENORES!
Dan já sem paciência:
Ok! Manda eles trazerem mais camisinhas e lubrificantes por que o nosso já acabou, beijos!

e desliguei. (:

Quando fui contar isso pra minha mãe (sem a última parte, óbvio) ela me diz que o Bar da Cristina é um cabaré que tem aqui na cidade. ;x


Últimos Comentários

Alex em surto
Alex em proud dan
Alex em finalmente
biahz em paola*
Alex em paola*